sexta-feira, 26 de agosto de 2011



A partir de hoje,
Olharei as coisas com amor e renascerei...
Amarei o sol, pois aquece meu corpo...
No entanto, amarei a chuva, pois purifica o meu espírito...
Amarei a luz, pois me mostra o caminho...
Amarei também a escuridão, pois me faz ver as estrelas...
Receberei a felicidade, que engrandece meu coração,
mas tolerarei a tristeza, pois abre minha alma...
Receberei as recompensaspois elas me pertencem,
mas também aceitarei de bom grado os obstáculos,
pois eles são os meus desafios...
A partir de hoje,
Olharei as coisas com amor
 e renascerei...

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Há tanto pranto
sem riso.
Há tanto encanto
sem canto.
Há tanta calma
sem espanto.
Há tanto corpo
sem alma.

E daí?

Marilza Bueno