sexta-feira, 26 de agosto de 2011



A partir de hoje,
Olharei as coisas com amor e renascerei...
Amarei o sol, pois aquece meu corpo...
No entanto, amarei a chuva, pois purifica o meu espírito...
Amarei a luz, pois me mostra o caminho...
Amarei também a escuridão, pois me faz ver as estrelas...
Receberei a felicidade, que engrandece meu coração,
mas tolerarei a tristeza, pois abre minha alma...
Receberei as recompensaspois elas me pertencem,
mas também aceitarei de bom grado os obstáculos,
pois eles são os meus desafios...
A partir de hoje,
Olharei as coisas com amor
 e renascerei...

7 comentários:

  1. Essa compreensão da vida, faz atingir os nossos sonhos. Somente assim, deixaremos de achar, que as coisas que para nós vêem, são para nosso mal, ao contrário, faz-nos crescer, amadurecer cada dia mais.
    Belos versos.
    Uma linda noite.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá, parabéns pelo lindo blog, já estou seguindo e aproveito para convidá-la à participar do meu blog. Me add tb no facebook, estou como Bolo Doce Bolo Buffet.Bjs e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  3. É muito bom conseguir olhar as coisas com amor.
    Amiga se registou no meu blogue http://agoam7.
    blogspot.cm que muito agradeço.
    Gosto muito de poesia e até tenho um blogue
    mais vocacionado para poesia que é:
    http://sinfoniaesol.wordpress.com
    Minha página no Facebook é Marues Irene, se
    me quiser um convite para sermos amigas, seria
    um prazer.Beijinho/Irene

    ResponderExcluir
  4. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Recomeçar. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Passei pra te desejar um dia maravilhoso e para agradecer todas as vezes que você carinhosamente esteve visitando meu blog.
    Espero que volte em breve...

    Beijos
    Ani

    http://cristalssp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Alma de poesia. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Amei o seu post!
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir