segunda-feira, 29 de outubro de 2012


De tudo aprendi um pouco.


 

De tudo aprendi um pouco...
Aprendi ver a beleza da vida

E vê-la como uma grande orquestra
Ensaiando a harmonia da musica.

 
De tudo aprendi um pouco...
Aprendi apreciar o mar

 E ver na sua imensidão
Sua infinita beleza a penetrar

A minha alma, e me deixar

Flutuar sobre as suas ondas borbulhantes.


De tudo aprendi um pouco...
Aprendi o valor  de ter amigos,

E compartilhar com eles um pouco
Da minha vida.

Aprendi com amigos, conhecer outros
Mundos, outras verdades, e conhecer o

dom de ver da vida tridimensional.


De tudo aprendi um pouco...
Aprendi a ser mãe, e

Quão e supremo gerar
E amar o fruto que brotou

Do meu ser.
Aprendi amamentar, sentir

Divinamente mãe.


De tudo aprendi um pouco...
Aprendi a amar nas

Mais infinitas formas,

Aprendi que tenho grandes
Valores, e aprendi a doá-los

Sem intenção, sem pretensão.


De tudo aprendi um pouco...
Aprendi a ser bela e ver todas

As belezas, aprendi também a ser
Coerente, consciente.

Aprendi acima de tudo,
Que sou capaz

De errar, acertar,

E ser feliz .
Aprendi sorrir

E distribuir sorriso.
Aprendi, sobretudo, a essência de amar e viver.
Marilza Rezende