sexta-feira, 20 de maio de 2011

ESPELHO





De repente me vi através
do espelho o meu passado,
meus ideais esquecidos,
me vi percorrendo
caminhos longos e difíceis,
lutei com garras
as profundas loucuras da vida
como alguém que de repente
busca ser feliz, sem saber como
e porque, mas tenta.


Olhei para todos os lados
não vi ninguém,
não vi nada,
somente eu ali,
andando sem parar
correndo, chorando,
sorrindo, sonhando.
 
Olhei de novo
Vi meu passado eternizado em lembranças,
meus antigos sonhos,
meus primeiros passos
minha coragem,
meus primeiros vôos,
minhas pequenas vitórias
jamais esquecidas,
meus valores,
minhas chances perdidas.


Olhei para o presente,
e vi diante de mim,
uma mulher viva
que apesar de uma realidade
mais dura e cruel
ainda sonha,
ainda luta,
ainda busca os ideais
ainda voa,
ainda desperta a vontade
de continuar num caminho
chamado FUTURO!
chamado VIDA!


Por Marilza Rezende